Internacional

Corpos encontrados na Amazónia podem ser de jornalista britânico e de ativista. Polícia brasileira desmente

Informação foi avançada esta segunda-feira por embaixador brasileiro no Reino Unido.


Notícia atualizada às 17h11

Foram encontrados na Amazónia dois corpos, que se temem que sejam do jornalista britânico Dom Phillips e do especialista em indígenas Bruno Pereira que desapareceram há uma semana, avançam diplomatas brasileiros. 

De acordo com o jornal The Guardian, órgão de comunicação para o qual Dom Phillips escrevia regularmente, o embaixador brasileiro no Reino Unido notificou a família do jornalista através de uma chamada telefónica feita na manhã desta segunda-feira.

"Ele disse que queria que nós soubessemos que foram encontrados dois corpos", disse Paul Sherwood, cunhado de Phillip, acrescentando que o embaixador não descreveu a "localização e disse apenas que foi na floresta tropical e que estavam amarrados a uma árvore mas que ainda não foram identificados".

O familiar do jornalista referiu ainda que lhe foi transmitido que seria feita a identificação quando houvesse luz ou quando fosse possível.

Contudo, na sequência das informações divulgadas pelos meios de comunicação britânicos, a Polícia Federal brasileira partilhou uma nota a realçar que "não procedem as informações que estão sendo divulgadas a respeito de terem sido encontrados os corpos do Sr. Bruno Pereira e do Sr. Dom Phillips."

"Conforme já divulgado, foram encontrados materiais biológicos que estão sendo periciados [examinados] e os pertences pessoais dos desaparecidos. Tão logo haja o encontro, a família e os veículos de comunicação serão imediatamente informados", sublinham ainda.

Os comentários estão desactivados.