Sociedade

Efemérides de 14 de Junho (2022)

2021 Foi há 1 ano que Cristiano Ronaldo removeu garrafas de coca-cola de patrocinadores da Selecção Nacional da sua mesa de imprensa no Campeonato Europeu, levando o preço das ações da empresa a cair cerca de US$4 biliões.

Efemérides de 14 de Junho (2022)

1699 O capitão Thomas Savery (1650-1715) apresentou há 323 anos, na Royal Society de Londres, o primeiro modelo da máquina a vapor, que o próprio criara ainda muito rudimentar e  patenteara a 2 de julho de 1698.

1910 A Maçonaria constituiu há 112 anos uma comissão de resistência, encarregada de colaborar com a Carbonária, que foi considerada o crepúsculo da Monarquia Portuguesa (caída em Outubro seguinte).

1949 Foi aprovado há 73 anos, pelo salazarismo, o caderno de encargos da concessão do Metropolitano de Lisboa, dez antes da abertura ao público da 1ª fase.

1966 O Vaticano anunciou há 56 anos a abolição do Index Librorum Prohibitorum (lista de livros proibidos aos católicos mantida por algumas seitas à solta, como a Opus Dei), na sequência do Concílio Vaticano II (1962-65), que fora originalmente instituído em 1557.

1985 O Governo português entregou há 37 anos a urna com os restos mortais do Régulo Gungunhana (1850-1906), último Imperador de Gaza (território actual de Moçambique) e último monarca da dinastia Jamoine, preso por Mouzinho de Albuquerque em 1895 e falecido nos Açores, a uma delegação da República Popular de Moçambique.

2005 Foi constituída há 17 anos a Fundação Champalimaud, por instituição testamentária do empresário António Champalimaud (1918-2004), para a investigação e acompanhamento, na área da saúde.

2021 Foi há 1 ano que Cristiano Ronaldo removeu garrafas de coca-cola de patrocinadores da Selecção Nacional da sua mesa de imprensa no Campeonato Europeu, levando o preço das ações da empresa a cair cerca de US$4 biliões.

Os comentários estão desactivados.