Sociedade

Trio de ladrões fica em prisão preventiva. GNR apreendeu 250 mil euros em ações furtadas

Os homens foram detidos em flagrante, “enquanto realizavam um furto em residência” na localidade de Batalha. 


A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve, no passado sábado, em flagrante três homens entre os 35 e os 44 anos enquanto furtavam uma residência em Batalha.

Em comunicado, a GNR explica que estava a seguir uma investigação desde dezembro de 2021 sobre “vários furtos em residências que ocorreram nos concelhos de Batalha, Leiria e Porto de Mós”, que resultou na identificação e localização do trio suspeito.

Os homens foram detidos em flagrante, “enquanto realizavam um furto em residência”, afirmaram os militares, que ainda realizaram duas buscas domiciliárias, nas quais apreenderam “diversos artigos provenientes dos furtos perpetrados”: 250 mil euros em títulos de empresas (ações); diversos artigos em ouro, no valor estimado de 20.000 euros; diversos relógios no valor estimado de 4.000 euros; uma viatura e ainda as ferramentas usadas para a prática dos ilícitos.

Os detidos, que tinham antecedentes criminais por ilícitos desta natureza, foram esta segunda-feira presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Leiria, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Os comentários estão desactivados.