Economia

CTT. Trabalhadores em greve esta sexta-feira

Trabalhadores pedem melhores condições laborais e queixam-se de falta de diálogo. CTT recusam acusações.

CTT. Trabalhadores em greve esta sexta-feira

Os trabalhadores dos CTT vão estar em greve esta sexta-feira, reivindicando melhores condições laborais, nomeadamente o aumento dos salários.

Os CTT avisam que estão a preparar um plano de contingência para minimizar impactos mas alertam que “poderão, eventualmente, existir perturbações na normal distribuição de correio e encomendas”.

Em comunicado os CTT dizem que respeitam o direito à greve mas “não podem deixar de estranhar e repudiar as datas escolhidas pelas organizações representativas dos trabalhadores para a sua realização, numa semana com um feriado - como já tinha acontecido em greves gerais anteriores”.

Os sindicatos lamentam que os Correios se recusem a negociar. “A empresa não quer dialogar com os trabalhadores e com os sindicatos. Fez um ato de gestão. Sabemos dos lucros e da sua distribuição. Há pessoas, ao fim de 12 anos, ainda a receber o salário mínimo”, afirmou o secretário-geral do Sindicato Democrático dos Trabalhadores dos Correios, Telecomunicações, Media e Serviços (SINDETELCO), José Arsénio, em declarações à Lusa.

Já os CTT garantem que nas reuniões existentes “esteve sempre presente o diálogo construtivo na tentativa de chegar a um acordo, não tendo, porém, sido possível chegar ao desejado entendimento. Não podem, assim, os CTT aceitar que digam ter havido falta de diálogo de negociação com os sindicatos, quando existiu um processo de negociação tendo em vista o acordo entre as partes”.

Os comentários estão desactivados.