Economia

Plano Reativar Turismo com execução de 35%

O plano foi lançado em maio de 2021 e do total de 6112,24 milhões de investimento previsto, a maior fatia, de 4075 milhões de euros, será assegurada pelo Banco Português do Fomento.


A secretária de Estado do Turismo disse que o Plano Reativar o Turismo/Construir o Futuro tem atualmente uma execução de 2,1 mil milhões de euros, de um total de seis mil milhões de euros.

Rita Marques, recordou que o Plano Reativar Turismo, lançado em maio do ano passado, tem como objetivo ultrapassar a meta de 27 mil milhões de euros de receitas turísticas em 2027 e tem medidas em áreas como “apoiar as empresas”, “fomentar segurança”, “gerar negócio” e “construir futuro”. E vai mais longe nas contas: “Estamos a falar de seis mil milhões de euros. A esta data temos uma execução de cerca de 2,1 mil milhões de euros”.

A governante disse ainda que está a ser preparado um “dashboard público” para “mostrar aquilo que foi feito”, que irá ser lançado em breve. A ideia passa por avançar com “um sistema de controlo interno, que mostra a todos os stakeholders do setor aquilo que foi feito e do que falta fazer”. 

Recorde-se que o plano foi lançado em maio de 2021 e do total de 6112,24 milhões de investimento previsto, a maior fatia, de 4075 milhões de euros, será assegurada pelo Banco Português do Fomento, que canalizará três mil milhões de euros para apoios às empresas (com vista à preservação do potencial produtivo e do emprego) e 1075 milhões para o seu financiamento.

Os comentários estão desactivados.