Sociedade

PSP efetua disparos contra homem que empunhava metralhadora

Autoridades desconhecem a identidade e o paradeiro do homem. 


A Polícia de Segurança Pública (PSP) disparou, na passada quarta-feira, contra um homem que, em Rio de Mouro, Sintra, empunhava uma metralhadora.

Em comunicado divulgado hoje, o Comando Metropolitando de Lisboa da PSP afirma que disparou contra o homem que se recusava a largar a arma, desconhecendo-se se foi atingido. 

O incidente ocorreu pelas 21h00, na zona de Serra das Minas, em Rio de Mouro, onde se encontrava um grupo de pessoas a efetuar disparos com arma de fogo. 

A mesma nota revela que o homem que foi alvo dos disparos por parte dos agentes da PSP empunhava uma metralhadora, tendo-se recusado a largar a arma após a ordem dos agentes.

“Não acatando a ordem, o suspeito apontou a arma na direção dos polícias, tendo um dos polícias efetuado três disparos na direção do suspeito”, que fugiu do local, explica a força de segurança. 

As autoridades desconhecem, tanto o paradeiro do homem, como a sua identidade e "as consequências dos disparos".

“Próximo do local foram encontrados mais de uma dezena de invólucros da arma de fogo e projéteis em vários locais, alegadamente provenientes da arma de fogo entretanto apreendida”, acrescenta a nota, informando que o caso foi entregue à Polícia Judiciária. 

Os comentários estão desactivados.