Sociedade

Detido "Xuxas", um dos maiores traficantes portugueses

Rúben Oliveira tem tatuadas as imagens dos traficantes Pablo Escobar e El Chapo, estando associado a grandes cartéis da Colômbia e a major Caravalho, detido na semana passada na Hungria, onde estava com identidade falsa. 


Foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) Rúben Oliveira, de 38 anos, conhecido como "Xuxas", um dos mais procurados traficantes portugueses. 

O homem terá sido detido quando se encontrava a vistar familiares no bairro dos Olivais, em Lisboa, tendo sido localizado e capturado através de mandados de detenção, escreve a CNN Portugal. O detido encontra-se agora em prisão preventiva, após ter sido presente a um juíz. 

Rúben Oliveira tem tatuadas as imagens dos traficantes Pablo Escobar e El Chapo, estando associado a grandes cartéis da Colômbia e a major Caravalho, detido na semana passada na Hungria, onde estava com identidade falsa. 

Rúben Oliveira terá fugido para Portugal em fevereiro, após uma megaoperação da PJ, denominada Exotic Fruit, e ficado a gerir as operações à distância nos últimos meses.

De acordo com o órgão de comunicação supramencionado, o traficante trabalhava para major Carvalho há vários anos e geria a importação, a logística e a distribuição da cocaína na Europa. Colaborava ainda com Sérgio Carvalho, que simulou a própria morte em Espanha e utilizava Lisboa como ponto para o tráfico internacional na Europa, devido à sua localização.

A Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes apreendeu cerca de 3,5 milhões de doses de cocaína, vindas por via aérea da América Latina dissimuladas em caixas de fruta tropical. Estas seriam distribuídas por outros países europeus através de uma operação coordenada por Rúben Oliveira.

 

 

Os comentários estão desactivados.