Politica

PSD diz que ministro "não tem condições" para continuar no Governo

Rio defende que Marcelo deve forçar demissão se Costa não tomar a iniciativa.


O ainda presidente do PSD, Rui Rio, já reagiu à decisão do primeiro-ministro de revogar o despacho do ministério de Pedro Nuno Santos sobre o novo aeroporto de Lisboa.

"Este ministro já não devia ter estado no Governo, não pelo dossier do aeroporto mas pelo dossier da TAP. Acho que se continua em funções, o Governo está numa situação de confusão geral", disse Rui Rio, em declarações na Assembleia da República. "Não vejo condições para este ministro continuar no Governo", acrescentou.

Mas o líder do PSD vai mais longe, defendendo que se António Costa não afastar Pedro Nuno Santos do Governo, o Presidente da República “deve forçar essa demissão".

Rui Rio aproveita ainda para imputar em António Costa a “responsabilidade” da situação, pois foi ele quem decidiu “voltar a trazer o ministro Pedro Nuno Santos" ao Governo "da forma como ele se comportou no Governo anterior".

"Foi fazendo pequenas desautorizações aqui e ali ao logo do tempo" até esta em que conseguiu "desautorizar de forma tão frontal", sublinhou Rio.

Os comentários estão desactivados.