Politica

Nuno Melo diz que Costa tem medo da força de Pedro Nuno Santos dentro do PS

Líder do CDS considera que Primeiro-ministro destruiu "a sua credibilidade e a do ministro em direto perante um país inteiro".


O líder do CDS já reagiu às palavras de António Costa em relação à polémica sobre o despacho publicado pelo ministério de Pedro Nuno santos e que o próprio chefe do Governo revogou esta quinta-feira.

Nuno Melo considera que António Costa, "sem autoridade", revogou o "despacho do ministro", destruindo "a sua credibilidade e a do ministro em direto perante um país inteiro", afirmando que "um despacho com força jurídica, publicado no Diário da República, não é um erro de comunicação".

O centrista diz ainda que "o primeiro-ministro desautorizado revelou todo o medo que tem da força de Pedro Nuno Santos junto do aparelho do PS", realçando que "o partido prevaleceu sobre o país".

"O que hoje aconteceu, não é possível num regime democrático digno desse nome", disse. 

Por fim, Nuno Melo afirma que o "primeiro-ministro não tem hoje autoridade nem força para demitir um ministro que o desautorizou publicamente", sendo este um episódio "realmente muito grave" e que "coloca em causa o normal funcionamento das instituições democráticas".

Os comentários estão desactivados.