Politica

Embaixada dos EAU em Lisboa. MNE não reage a encerramento

No edifício da embaixada encontram-se apenas funcionários de segurança, estando os restantes fora e multiplicando-se as queixas de quem precisa de tratar assuntos e não consegue.


Depois de o Nascer do SOL ter noticiado, na edição da semana passada, que a embaixada dos Emirados Árabes Unidos em Lisboa fechou, mantendo unicamente pessoal de segurança no edifício do Príncipe Real, no coração da capital, o Ministério dos Negócios Estrangeiros não tomou posição perante a situação.

Sabe o Nascer do SOL, no entanto, que a remoção do pessoal da embaixada dos EAU em Lisboa prende-se com um processo de reestruturação e de reorganização do corpo diplomático desse país do Médio Oriente, pretendendo ‘reagrupar’ as embaixadas conforme os níveis de procura registados. Assim, é expectável que os assuntos diplomáticos passem a ser tratados, pelo menos a nível ibérico, com a embaixada do país em Madrid, Espanha.

Até à hora de fecho desta edição, não foi possível obter qualquer resposta da embaixada dos EAU em Lisboa acerca deste fecho. Sabe-se, no entanto, e tal como o Nascer do SOL noticiou na semana passada, que no edifício da embaixada se encontram apenas funcionários de segurança, estando os restantes fora e multiplicando-se as queixas de quem precisa de tratar assuntos e não consegue.

Os comentários estão desactivados.