Politica

Chega quer ouvir MAI sobre SIRESP

“Tratando-se de dinheiro público e da crucial importância que o SIRESP tem para o comando, controlo e coordenação de todas as situações de emergência e segurança em território nacional, e perante as gravíssimas afirmações da anterior presidente do SIRESP”, lê-se no requerimento.


O partido Chega deu entrada no Parlamento com um requerimento para ouvir José Luís Carneiro, ministro da Administração Interna, sobre o concurso público internacional lançado pelo Governo para adjudicar a gestão e manutenção do SIRESP.

A estrutura política liderada por André Ventura quer, no mesmo âmbito, ouvir também o ex-secretário de Estado da Administração Interna, Antero Luís, e a ex-presidente do SIRESP, SA., Sandra Perdigão Neves.

“Tratando-se de dinheiro público e da crucial importância que o SIRESP tem para o comando, controlo e coordenação de todas as situações de emergência e segurança em território nacional, e perante as gravíssimas afirmações da anterior presidente do SIRESP, Sandra Perdigão Neves, o Chega entende que se impõem esclarecimentos ao mais alto nível, razão pela qual pediu a audição urgente da própria ex-presidente do SIRESP, do Ministro da Administração Interna, e do ex-secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís”, explica o partido em comunicado enviado às redações.

Na mesma nota, o partido faz alusão a uma entrevista da ex-presidente do SIRESP, “onde proferiu afirmações muito graves sobre o referido concurso, das quais garante ter provas”.

Os comentários estão desactivados.