Economia

Graça Franco vai presidir ao Conselho Editorial da Euronews

Nomeação da ex-diretora de informação da Rádio Renascença acontece depois de a ALPAC Capital se ter tornado acionista maioritária da Euronews, após a aprovação do Governo francês.

Graça Franco vai presidir ao Conselho Editorial da Euronews

A compra da maioria do capital da Euronews pela ALPAC Capital, anunciada em dezembro do ano passado, foi finalizada após a aprovação do investimento pelo Ministério da Economia, Finanças e Recuperação de França.

A ALPAC Capital é uma gestora de fundos de investimento sediada em Portugal, detida por Pedro Vargas David e Luís Santos. E tem como objetivo “reforçar a identidade europeia do projeto, nomeadamente através do aprofundamento do diálogo com os deputados do Parlamento Europeu e da Comissão Europeia em Bruxelas, e dar continuidade ao processo de digitalização dos média , assim como aos seus esforços de diversificação”.

Assim, a jornalista Graça Franco, ex-diretora de Informação da Rádio Renascença e até muito recentemente Provedora do Ouvinte da RTP, foi nomeada Presidente do Conselho Editorial da Euronews.

O Conselho Editorial é responsável por discutir todos os assuntos e estudar todas as ações e decisões relativas à linha editorial e qualidade editorial da Euronews, em particular no que diz respeito ao cumprimento do seu estatuto editorial, políticas e diretrizes de notícias da Euronews e os princípios orientadores estratégicos definidos a este respeito.
“Estou muito satisfeito com a entrada da ALPAC no capital da Euronews. Estamos firmemente convencidos da necessidade de amplificar a voz da Euronews no panorama mediático europeu e até mesmo para além das fronteiras do continente”, diz Pedro Vargas David.

E acrescenta: “A Europa viveu momentos de instabilidade na última década: crises financeira, sanitária e agora militares, que não há muito tempo, seriam praticamente impensáveis. A União Europeia tem, por isso, desempenhado um papel cada vez mais central nas nossas vidas. Para a UE se tornar, tal como é nosso desejo, mais forte e eficiente tem de ser cada vez mais democrática e responsável: nada disto é possível sem uma imprensa livre e forte”, acrescenta o CEO da ALPAC Capital.

A propósito da sua nomeação, Graça Franco refere que “a Euronews tem desde há quase três décadas uma missão de serviço público e vai continuar a fazê-lo”.

“A Europa e o Mundo estão a mudar e este é o momento de tentar explicar melhor as coisas, de combater as notícias falsas e de fazer cumprir os princípios orientadores da Euronews, que mesmo passados tantos anos ainda se mantêm atuais e relevantes”, sublinha a jornalista, que se assume como o «garante» dos princípios que norteiam a imprensa. “Considero as minhas novas funções como a continuidade do meu papel de provedora. É o papel mais honroso que nos podem confiar: lutar pela liberdade dos seus pares”, remata.
 
A recente nomeação de Guillaume Dubois – antigo CEO da BFM TV e Diretor de Broadcasting da LCI, dois dos principais canais de informação franceses – como CEO do grupo faz parte dessa dinâmica, que tem como objetivo atingir o equilíbrio financeiro da empresa até 2023. “O impulso que a chegada da ALPAC Capital representa para a Euronews permitirá que o grupo melhore ainda mais a sua oferta televisiva e digital”, considera Guillaume Dubois.

“A guerra na Ucrânia recorda-nos como é tão importante que as pessoas tenham acesso a informação credível, de qualidade e especializada em questões europeias em sentido amplo”, acrescenta o CEO da Euronews.
 

Os comentários estão desactivados.