Politica

Chumbada, sem surpresa, moção de censura do Chega ao Governo

Só o Chega votou a favor da própria moção.


A moção de censura ao Governo, apresentada pelo Chega na Assembleia da República, foi chumbada, esta quarta-feira, um resultado que se esperava devido à maioria absoluta do PS.

Apenas o Chega votou a favor da própria moção de censura ao Executivo, a Iniciativa Liberal e o PSD abstiveram-se e todas as restantes bancadas parlamentares votaram contra.

A proposta foi assim chumbada com os votos contra de 133 deputados e as abstenções de 79.

O debate da moção ficou marcado pelas críticas do Chega ao ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, mas também à ministra da Saúde, Marta Temido.

Os comentários estão desactivados.