Internacional

Ex-primeiro ministro japonês baleado em comício está em estado crítico

Suspeito de ataque a Shinzo Abe é ex-membro do exército japonês.

AFP

O antigo primeiro-ministro japonês Shinzo Abe foi alvo de um ataque, esta sexta-feira, durante um comício na cidade de Nara.

Inicialmente, a emissora pública japonesa NHK avançou, citando fonte dos bombeiros locais, que o antigo governante não apresentava sinais de vida, mas o atual primeiro-ministro, Fumio Kishida, disse que o seu antecessor estava em estado crítico.

Shinzo Abe participava num comício eleitoral do Partido Liberal Democrático (PLD) para as eleições parlamentares de 10 de julho, quando foram ouvidos tiros, adiantaram a emissora estatal NHK e a agência noticiosa Kyodo.

O antigo primeiro-ministro, de 67 anos, tinha sido atingido e foi transportado de ambulância para o hospital.

Entretanto a polícia japonesa anunciou a detenção de um suspeito, um desempregado de 41 anos que é ex-membro da força naval do país.

Yamagami Tetsuya, originário de Nara, foi detido no local do atentado, enquanto segurava uma arma com a qual terá disparado dois tiros contra o antigo líder japonês.