Internacional

Shinzo Abe morreu após ter sido baleado durante um comício

Antigo governante tinha sido levado para o hospital em estado crítico.


O ex-primeiro-ministro japonês Shinzo Abefoi alvo de um ataque, esta sexta-feira, durante um comício na cidade de Nara. Ainda foi levado em estado crítico para o hospital, mas acabaria por não resistir aos ferimentos, segundo a imprensa japonesa, que cita fontes oficiais.

Abe, de 67 anos, foi alvejado pelas costas com uma arma de fogo, quando discursava numa rua na cidade de Nara num ato de campanha eleitoral do Partido Liberal Democrático (PLD), para as eleições parlamentares de 10 de julho.

Entretanto a polícia japonesa anunciou a detenção de um suspeito, um desempregado de 41 anos que é ex-membro da força naval do país.

Yamagami Tetsuya, originário de Nara, foi detido no local do atentado, enquanto segurava uma arma com a qual terá disparado dois tiros contra o antigo líder japonês.

Os comentários estão desactivados.