Sociedade

Morreu Luís Amaro, presidente do conselho de administração do Hospital Garcia de Orta

Hospital de Almada salienta o percurso de um homem que "dedicou a sua vida aos cuidados de saúde da população dos concelhos de Almada e Seixal". Funeral realiza-se esta segunda-feira.

Morreu Luís Amaro, presidente do conselho de administração do Hospital Garcia de Orta

Luís Amaro, presidente do conselho de administração do Hospital Garcia de Orta, em Almada, faleceu este domingo, aos 64 anos de idade. A informação foi avançada pelo hospital. "O Conselho de Administração do HGO manifesta publicamente o mais profundo pesar pelo prematuro falecimento do colega e amigo e endereça à sua família as mais sinceras e profundas condolências pela perda inestimável que sofreu", lê-se na nota publicada pela instituição. 
"Este é um momento de grande tristeza pelo desaparecimento de um homem que dedicou a sua vida aos cuidados de saúde da população dos concelhos de Almada e Seixal."
O Conselho de Administração do HGO realça ainda as "qualidades profissionais e humanas e a dedicação" que Luís Amaro demonstrou no cumprimento à missão e valores do Hospital.
Luís Amaro, nascido a 21 de junho de 1958, natural da Vila da Marmeleira, Rio Maior, "deixa um legado de uma enorme dimensão humana, um sentimento de missão inexcedível e de uma competência e dedicação ao Serviço Nacional de Saúde. Todos os que com ele tiveram o privilégio de privar no dia-a-dia ficarão marcados pela sua dimensão ética e humana e imensa disponibilidade na ajuda ao próximo."
As cerimónias fúnebres terão lugar esta segunda-feira, com missa pelas 10 horas na Igreja da Corredoura e cremação pelas 10h45 no Crematório da Quinta do Conde, em Sesimbra.
Também a Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares expressou já as condolências pela morte do gestor hospitalar:  "Ao longo de mais de 40 anos de vida profissional, desenvolveu um notável trabalho, quer nos cuidados primários, como nos cuidados Hospitalares. Para além de Pós-graduado em Administração Hospitalar (1997), o Luís Amaro era ainda Licenciado em Enfermagem (1992), licenciado em Estatística e Gestão da informação (2003), Mestre em Economia e Política social (2008) e Doutorando em Sociologia económica e das organizações. De entre os muitos cargos que desempenhou destacam-se os de Director Executivo dos Aces Almada-Seixal e Seixal-Sesimbra, bem como o de Presidente do Conselho de Administração do Hospital Garcia de Orta EPE (que actualmente desempenhava). O Luís Amaro era reconhecido por todos os com que ele se cruzaram, quer pelas qualidades profissionais, como pelas suas qualidades humanas. Era um construtor de consensos e soluções, que muito contribuiu para o desenvolvimento do SNS", disse a associação em comunicado, enderençando condolências à família e amigos.

 
Os comentários estão desactivados.