Cultura

Ator Armie Hammer vê-se obrigado a trabalhar em hotel

O coprotagonista do filme ‘Chama-me Pelo Teu Nome”, viu-se afastado das luzes da ribalta depois de acusado de abusos sexuais e pelos seus  "fetiches por canibalismo” e “dominação sexual”. Agora, trabalha num hotel. 


Depois de em 2017, ter deslumbrado o mundo com o seu personagem Oliver, no romance ‘Chama-me pelo Teu Nome’, realizado por Luca Guadagnino - que conta a história de amor de dois homens com uma grande diferença de idades que se apaixonam nas férias de Verão numa pequena vila em itália -, parece que a carreira do ator Armie Hammer, começou a declinar. De acordo com a revista Variety, ao ponto de, neste momento, este se encontrar a trabalhar num hotel nas Ilhas Caimão. 

Na semana passada, circularam pelas redes sociais algumas fotografias que mostravam o artista a vender pacotes de férias na ilha caribenha. E, a revista norte-americana acabou por confirmar a veracidade das imagens: “Ele está a trabalhar num cubículo", afirmou uma fonte próxima. "Está completamente falido, e está a tentar passar os dias e ganhar dinheiro para sustentar a família", adiantou.

Em 2021, o ator foi acusado de abusos sexuais, quando uma mulher partilhou várias mensagens privadas trocadas com ele, em que este admitia o seu fetiche por canibalismo e dominação sexual. Mais tarde, acabou por ser acusado pela mesma mulher de violação. A situação acabou por levar ao seu afastamento de qualquer produção em Hollywood.

 

Os comentários estão desactivados.