Sociedade

PJ identifica jovem de 14 anos suspeito de incêndio em Vila Pouca de Aguiar

O estudante, após interrogatório judicial, foi proibido de se aproximar dos avós paternos e da habitação dos mesmos.

PJ identifica jovem de 14 anos suspeito de incêndio em Vila Pouca de Aguiar

Um jovem, de 14 anos, foi identificado pela Polícia Judiciária (PJ) por estar fortemente indiciado pela prática do crime de  incêndio em Vila Pouca de Aguiar.

"Os factos ocorreram no dia 15 de julho de 2022, cerca das 01h00, no logradouro de uma habitação, sita numa localidade do Concelho de Vila Pouca de Aguiar, quando o menor, por motivos fúteis, ateou um incêndio", diz um comunicado da PJ, enviado às redações. "O incêndio, ateado sobre uma pilha de lenha, colocou em perigo as habitações contíguas e uma densa mancha florestal de pinheiro bravo, de valor consideravelmente elevado", pode ler-se. 

O estudante, após interrogatório judicial, foi proibido de se aproximar dos avós paternos e da habitação dos mesmos.

A força de autoridade procedeu à identificação do menor através do Departamento de Investigação Criminal de Vila Real, em articulação com o Ministério Público – PJCG de Vila Pouca de Aguiar.

 

Os comentários estão desactivados.