Sociedade

Ponto de situação sobre incêndios: 11 fogos ativos, três dos quais em Vila Real

Dos 11 incêndios ativos, há seis que preocupam mais a Proteção Civil. 


Portugal registou, esta segunda-feira pelas 20h15, 79 incêndios, entre os quais 11 estão ainda ativos, envolvendo 1.064 operacionais, 320 viaturas e 16 meios aéreos.

Esta informação foi avançada pelo Comandante Nacional de Emergência e Proteção Civil, André Fernandes, no ponto de situação dos incêndios realizado hoje na sede da autoridade.

A Proteção Civil considera como “ocorrência significativas” os incêndios em Bustelo, Murça e Vila Pouca de Aguiar – as três no distrito de Vila Real -, Guarda, Paredes e Penafiel – ambas no distrito do Porto.

Nestas ocorrências mencionadas, estão empenhados 1.030 operacionais, 312 viaturas e 15 meios aéreos.

Portugal continental passou esta segunda-feira para situação de alerta - o nível de resposta mais baixo previsto na Lei de Bases da Proteção Civil - depois de ter estado durante sete dias em situação de contingência (nível intermédio entre alerta e calamidade) devido ao risco extremo de incêndio rural e elevadas temperaturas.

Esta situação de alerta prolonga-se até às 23h59 de terça-feira, dia em que voltará a ser reavaliada a situação.

Os comentários estão desactivados.