Sociedade

Nota média do exame nacional de matemática A subiu 13 pontos

Inglês foi a disciplina com média mais alta.

Nota média do exame nacional de matemática A subiu 13 pontos

Já foram afixados os resultados dos exames nacionais da primeira fase deste ano letivo, tendo sido realizadas um total de 207.057 provas das 267.108 inscrições que tinham sido registadas, o que corresponde a cerca de 77,5% das inscrições.

A disciplina de Biologia e Geologia foi a que registou um maior número de provas realizadas (39.138); logo de seguida Português (35.159), Matemática A (34.36) e Física e Química A (32.853).

Como já tinha acontecido no ano anterior, devido à pandemia, em 2022 os alunos realizaram apenas os exames finais nacionais nas disciplinas que elegeram como provas de ingresso, as chamadas específicas, e também para melhoria da classificação final de disciplina apenas para efeitos de acesso ao ensino superior.

Assim, as médias das classificações dos vários exames são todas superiores a 100 pontos, à exceção do exame final nacional de Matemática B (735), cuja média foi de 89 pontos.

Tendo em consideração os exames finais nacionais com um número de alunos superior a 2.500, aqueles que apresentaram uma classificação média mais elevada foram: Inglês, com 148 pontos; Desenho A, com 141 pontos; História A e História da Cultura e das Artes, com 123 pontos, segundo dados do Ministério da Educação.

Comparativamente aos resultados obtidos em 2021, neste ano, destaca-se a subida da classificação média, em 19 pontos, no exame final nacional de Física e Química A, em 13 pontos, no exame de Matemática A, e, em 9 pontos, no exame de Geografia A.

Por outro lado, a classificação média no exame de Geometria Descritiva A desceu 19 pontos, e a Matemática B e a Biologia e Geologia baixou 12 pontos.

“No processo de classificação das provas estiveram envolvidos 8.134 docentes do ensino secundário, cujo trabalho permitiu o cumprimento dos prazos previstos para a afixação das pautas”, adiantou ainda a tutela em comunicado.

Estiveram ainda envolvidos cerca de 10.000 docentes vigilantes e pertencentes aos secretariados de exames das escolas, cujo papel e desempenho, sublinha o ministério, “foi determinante para a realização desta 1.ª fase”.

Os comentários estão desactivados.