Internacional

EUA. Visita de Nancy Pelosi a Taiwan

A China afirmou que vai tomar medidas “fortes e determinadas”, caso a presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, visite Taiwan, ilha reivindicada por Pequim, apesar de operar como entidade política soberana.


Represália 

A China afirmou que vai tomar medidas “fortes e determinadas”, caso a presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, visite Taiwan, ilha reivindicada por Pequim, apesar de operar como entidade política soberana.

 

Soberania 

A visita “minaria gravemente a soberania e a integridade territorial da China, além de que teria grave impacto na base política da relação entre China e EUA, ao enviar um sinal errado às forças independentistas de Taiwan”, disse o porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros Zhao Lijian.

 

Visita 

Pelosi está a planear visitar Taiwan no próximo mês. A confirmar-se, seria a 1.ª visita de um líder do Congresso norte-americano ao território nos últimos 25 anos. Pelosi tinha planeado a visita para abril passado, mas acabou por adiar, depois de ter testado positivo para a covid-19.

 

Tensão 

A viagem decorre, numa altura, em que a relação entre EUA e China atravessa o pior momento desde que os países normalizaram as relações diplomáticas, em 1979, e Washington passou a reconhecer a liderança em Pequim como o único Governo legítimo de toda a China, rompendo os contactos oficiais com Taipé.

Os comentários estão desactivados.