Sociedade

Presidente da EMEL pede a demissão a Carlos Moedas

Renúncia foi aceite pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa.


O presidente do Conselho de Administração da EMEL, Luís Natal Marques, e o vogal do Conselho de Administração, Nuno Pina, pediram ao Presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, a resignação aos respetivos cargos que ocupavam na Empresa de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa.

 “A renúncia aos cargos, a pedido dos próprios no passado mês de junho, foi aceite pelo Presidente da Autarquia e torna-se efetiva a partir da tomada de posse do novo Conselho de Administração ou a partir de 1 agosto, de acordo com a lei”, informa a EMEL, em comunicado.

“O Presidente cessante deixa um profundo agradecimento a todos os trabalhadores da EMEL pelo esforço e empenho nas funções desempenhadas nestes últimos anos, que permitiu à empresa afirmar-se como um agente de mobilidade abrangente, evoluindo na sua ação de mera gestão do estacionamento para uma empresa que atua nas várias dimensões da mobilidade, ao serviço dos cidadãos da cidade de Lisboa”, lê-se ainda no mesmo comunicado.

Luís Natal Marques estava naquele cargo da EMEL desde 2015.

Os comentários estão desactivados.