Tecnologia

YouTube vai remover vídeos com desinformação sobre o aborto

"A partir de hoje e durante as próximas semanas, iremos remover conteúdos que forneçam instruções sobre métodos inseguros para a realização do aborto ou que promovam alegações falsas sobre medidas seguras de abortar, tendo em conta as nossas políticas de desinformação dos médica", pode ler-se, numa publicação. 


O YouTube anunciou, na quinta-feira, que irá remover vídeos publicados na sua plataforma que contenham desinformação sobre o aborto.

"A partir de hoje e durante as próximas semanas, iremos remover conteúdos que forneçam instruções sobre métodos inseguros para a realização do aborto ou que promovam alegações falsas sobre medidas seguras de abortar, tendo em conta as nossas políticas de desinformação dos médica", pode ler-se, numa publicação. 

"Tal como todas as nossas políticas sobre temas de saúde/médicos", diz ainda o texto, "contamos com as orientações publicadas pelas autoridades de saúde. Priorizamos conectar as pessoas ao conteúdo produzido por fontes autorizadas sobre as temáticas da saúde e revemos continuamente as nossas políticas em função do desenrolar dos eventos do mundo". 

A platadorma referiu também que estão a lançar "um painel de informações" que possibilita aos utilizadores "contexto e informações de autoridades de saúde globais e locais" em vídeos sobre o aborto. 

 

 

 

Os comentários estão desactivados.