Sociedade

Avião fez aterragem de emergência pouco depois de levantar voo em Faro

Alerta foi dado após suspeita de incêndio num dos motores. Já após a aterragem, os bombeiros inspecionaram a aeronave, mas não encontraram sinais.


Um avião da EasyJet, que fazia a ligação entre Faro e Glasgow, na Escócia, foi obrigado a fazer uma aterragem de emergência pouco depois de descolar.

Segundo fontes da Proteção Civil, a aterragem foi uma medida de proteção após suspeita incêndio num dos motores.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro, citada pela agência Lusa, adiantou que o voo da EasyJet declarou emergência por volta das 21h43, manifestando intenção de regressar ao Aeroporto de Faro, tendo aterrado em segurança por volta das 22 horas.

"Foi ativado o plano prévio de intervenção do Aeroporto Internacional de Faro, a nível de alerta vermelho, e foram despachados para o local 34 veículos com 80 operacionais. A aeronave aterrou em segurança, foram feitas as verificações e esta recolheu ao hangar para verificações mais aprofundadas", explicou o CDOS de Faro.

Segundo várias páginas especializadas em aviação, a tripulação do voo, com cerca de 190 passageiros a bordo, foi alertada, logo após a descolagem, para um incêndio num dos motores do avião. O motor foi desligado e foi então declarada emergência.

Já após a aterragem, os bombeiros inspecionaram a aeronave, mas não encontraram sinais de incêndio, segundo os mesmos sites especializados.

Os comentários estão desactivados.