Economia

BdP. Poupanças das famílias atingem novo recorde

Particulares tinham, no final do mês passado, 180,4 mil milhões de euros depositados nos bancos residentes.

BdP. Poupanças das famílias atingem novo recorde

As famílias portuguesas continuam a aumentar as suas poupanças. No final do mês passado, tinham depositado nos bancos residentes 180,4 mil milhões de euros. Já as empresas tinham depositados 63,7 milhões de euros.

É mais um valor recorde para os particulares e o Banco de Portugal (Bd) revela que “estes depósitos continuam a crescer a taxas robustas e superiores às da área euro”.

Feitas as contas, em junho, os depósitos de particulares e empresas cresceram, respetivamente, 6,8% e 11,7%, face ao mesmo mês do ano passado.

No que diz respeito aos empréstimos, o montante total de empréstimos para habitação cresceu 4,8% em relação a junho de 2021, para 99,2 mil milhões de euros, tendo registado “uma evolução semelhante no mês anterior”, diz o banco central liderado por Mário Centeno.

Já o montante total dos empréstimos ao consumo foi de 20,3 mil milhões de euros, o que representa um crescimento de 5,5% face a junho de 2021.

Para as empresas, o montante de empréstimos concedidos pelos bancos era de 77,3 mil milhões de euros, um crescimento de 2,9% em relação a junho de 2021, “interrompendo um período de quatro meses de desaceleração”.

O Banco de Portugal diz que este movimento é justificado “em grande medida, pelos empréstimos concedidos às micro e médias empresas e pelos setores das indústrias transformadoras, comércio e atividades imobiliárias”.

 

Os comentários estão desactivados.