Internacional

Parlamento do Iraque invadido por centenas de manifestantes

Em causa está a recente nomeação de Mohamed al-Sudani como primeiro-ministro, proposta apresentada pela Plataforma de Coordenação, uma coligação liderada pelos xiitas apoiados pelo Irão. 

Parlamento do Iraque invadido por centenas de manifestantes

O edifício do parlamento iraquiano foi esta quarta-feira invadido por dezenas de manifestantes iraquianos, apoiantes do influente clérigo xiita Muqtada al-Sadr, como forma de protesto contra a decisão da aliança Plataforma de Coordenação de nomear um novo primeiro-ministro pró-iraniano. Não estava presente nenhum deputado. 

"Os manifestantes entraram no edifício do Parlamento depois de terem ultrapassado a Zona Verde", indicou a agência noticiosa estatal iraquiana INA. A Zona Verde trata-se de uma zona fortificada de Bagdade que alberga os principais edifícios governamentais, bem como as embaixadas estrangeiras.

A polícia, como forma de resistência, tentou utilizar canhões de água para repelir os manifestantes que derrubaram os blocos de cimento, mas sem sucesso. Muitos deles conseguiram passar os portões e entrar no Parlamento.

Em causa está a recente nomeação de Mohamed al-Sudani como primeiro-ministro, proposta apresentada pela Plataforma de Coordenação, uma coligação liderada pelos xiitas apoiados pelo Irão. 

Mustafa al-Kadhimi, o primeiro-ministro de transição, entretanto já apelou aos manifestantes que abandonem a área. 

 

 

Os comentários estão desactivados.