Economia

Repsol com resultado líquido de 2539 milhões no primeiro semestre

Lucro duplicou face ao mesmo semestre de 2021.

Repsol com resultado líquido de 2539 milhões no primeiro semestre

A Repsol alcançou um resultado líquido de 2539 milhões de euros no primeiro semestre do ano, “período em que continuou a progredir nos seus objetivos de descarbonização e incorporou parceiros nos seus negócios que reforçam o valor da empresa”. O valor representa um crescimento de 105,6% face ao mesmo semestre do ano passado.

A empresa diz que este valor, em conjunto com os 2499 milhões de euros obtivos no ano passado, “compensa parcialmente os exercícios financeiros de 2019 e 2020, que acrescentaram perdas significativas de mais de 7,1 mil milhões de euros, derivadas de ajustamentos de ativos para serem zero emissões líquidas e a pandemia global de saúde”.

Diz ainda a Repsol que os investimentos feitos em anos anteriores nos complexos industriais espanhóis “permitiram aumentar e otimizar a utilização destas instalações para responder às tensões de abastecimento no mercado internacional de combustíveis, bem como ajudar a manter o emprego”. Esta, diz, é uma “vantagem competitiva permitirá à Espanha ter um abastecimento garantido de gasolina e gasóleo nos próximos meses, ao contrário de outros países europeus”.

Os primeiros seis meses deste ano foram marcados “por um contexto internacional excecionalmente volátil, condicionado pelas tensões causadas pela guerra na Ucrânia, que levou a um aumento dos preços das mercadorias nos mercados mundiais”, diz a Repsol, acrescentando que o valor dos inventários contabilísticos que armazena “como reserva estratégica para Espanha e que contribuem para garantir o abastecimento representava quase metade do resultado líquido, influenciado pela subida dos preços internacionais dos hidrocarbonetos”.

Já o lucro líquido ajustado superou os 3177 milhões de euros, “com uma contribuição significativa dos negócios internacionais, dos quais cerca de 56% são da área de Exploração e Produção, que desenvolve toda a sua atividade fora de Espanha”.

E acrescenta que face aos aumentos dos combustíveis “exemplificou o seu compromisso com a sustentabilidade ao oferecer descontos significativos nas suas estações de serviço, o que se traduziu em mais de 150 milhões de euros de poupança para os seus clientes no final de junho”. Um número que, diz a Repsol, teve m impacto nos resultados das estações de serviço em Espanha, que não obtiveram lucro no segundo trimestre.

Os comentários estão desactivados.