Sociedade

Patriarcado afasta padre após denúncia de violação

"Ouvida a vítima e o sacerdote, o Patriarcado de Lisboa decidiu dar início aos procedimentos canónicos previstos para este tipo de casos”, informou a entidade da igreja.


O Patriarcado de Lisboa afastou um sacerdote diocesano, sobre o qual recebeu uma denúncia relativa a um possível crime de violação.

Em comunicado, divulgado esta segunda-feira, o Patriarcado de Lisboa revelou que o caso não está integrado no âmbito da Comissão de Proteção de Menores e que já foi, entretanto, comunicado às autoridades civis

"Ouvida a vítima e o sacerdote, o Patriarcado de Lisboa decidiu dar início aos procedimentos canónicos previstos para este tipo de casos e afastou o padre de todas as suas funções até ao apuramento dos factos", lê-se na nota publicada no site do patriarcado.

O Patriarcado de Lisboa mostra-se "totalmente disponível" para colaborar com as autoridades,"tendo sempre como prioridade o apuramento da verdade e o acompanhamento das vítimas".

Os comentários estão desactivados.