Sociedade

Duas mulheres detidas por suspeitas de incêndio florestal

Suspeitas têm 44 e 45 anos. 


Foram detidas duas mulheres pela Polícia Judiciária (PJ), com a colaboração da Guarda Nacional Republicana (GNR), por serem suspeitas de terem ateado um incêndio florestal no concelho de Vinhais. 

Em comunicado, a PJ adianta que o "incêndio, ocorrido no dia 27 de julho de 2022, cerca das 14h50, consumiu área de mancha florestal constituída, maioritariamente, por mato, colocando igualmente em perigo área agrícola com castanheiros e outras árvores de fruto, bem como habitações e armazéns confinantes com a área fustigada pelo incêndio, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foram consumidas devido à rápida deteção e intervenção dos sapadores florestais e bombeiros".

As mulheres, com 44 e 45 anos de idade, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação. 

Os comentários estão desactivados.