Vida

Mulher que abandonou filho recém-nascido em Cascais detida por tentativa de homicídio

Caso tinha sido alertado no passado dia 10 de julho pelos Bombeiros Voluntários do Estoril, que disseram que o bebé foi encontrado nas imediações de um hotel em Cascais.


Foi detida por homicídio qualificado na forma tentada a mãe que terá abandonado o sei filho recém-nascido em Cascais, com o "claro intuito de lhe provocar a morte", disse este domingo a Polícia Judiciária (PJ).

“Os factos ocorreram na sequência de uma gravidez indesejada, mantida pela arguida, a que se seguiu, no final do período normal de gestação, um parto sem assistência, ocorrido em casa e o posterior abandono, do recém-nascido, numa zona isolada, com o claro intuito de lhe provocar a morte e dificultar a sua localização por terceiros”, informa a autoridade, em comunicado. 

O caso tinha sido alertado no passado dia 10 de julho pelos Bombeiros Voluntários do Estoril, que disseram que o bebé foi encontrado nas imediações de um hotel em Cascais.

O menino foi localizado e recuperado com vida ao ter sido localizado por um civil que contactou os serviços de emergência médica, disse a PJ, "por motivos completamente alheios ao comportamento e à vontade da arguida",

As diligências efetuadas, desde o conhecimento da notícia do crime, permitiram a identificação da suspeita, “a recolha de indícios fortes da prática de crime, bem como a obtenção de informação acerca da sua atual localização”, adianta a Polícia Judiciária. 

Assim, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, a PJ procedeu à identificação, localização e detenção fora de flagrante delito da mulher, com 33 anos, “fortemente indiciada pela prática, na madrugada de dia 10 de julho de 2022, de um crime de homicídio qualificado, na forma tentada”.

A detida já foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva. 

Os comentários estão desactivados.