Internacional

Polícia militar detido pelo homicídio do campeão mundial de jiu-jitsu

O tenente de 30 anos é a principal suspeita de ter matado Leandro Lo após uma discussão numa festa em São Paulo. 


Foi detido, este domingo, um agente de polícia acusado de ter matado a tiro Leandro Lo, campeão mundial de jiu-jitsu por oito vezes, após uma discussão acesa numa festa em São Paulo, no Brasil.

O tenente de 30 anos, Henrique Otávio Oliveira Velozo, da Polícia Militar de São Paulo compareceu no domingo perante os seus superiores, tendo sido imediatamente detido como suspeito principal do crime que ocorreu na madrugada de domingo.

Henrique Velozo foi detido através de uma ordem do Tribunal de Justiça de São Paulo, que impõe a detenção preventiva durante 30 dias, nos quais será investigado como principal suspeito do homicídio do campeão mundial.

O tenente está preso numa penitenciária especial para agentes das forças de segurança, adiantou a Polícia Militar de São Paulo.

O assassinato aconteceu no Esporte Clube Sírio, na zona sul de São Paulo, a maior cidade do Brasil, onde o atleta tinha ido com amigos para um espetáculo de um grupo de música popular, numa festa.

De acordo com as testemunhas, o lutador discutiu, por motivos ainda não conhecidos, com Velozo, aparentemente bêbado, e imobilizou o agente de polícia com uma chave de braço, uma técnica típica das artes marciais.

Quando se conseguiu libertar, o suspeito sacou de uma arma e disparou contra a cabeça do Leonardo Lo.

O campeão mundial foi levado para um hospital, onde foi declarada a sua morte.

Ainda que tenha fugido do local do crime, o alegado agressor – o polícia militar – estava vestido à paisana, num dia de folga, tendo sido identificado por testemunhas e com ajuda de câmaras de segurança.

Segundo as informações avançadas pela imprensa brasileira, Velozo já tinha sido punido por atos de indisciplina, por ter interferido numa discussão e agredido um outro agente da polícia, num incidente ocorrido num bar de São Paulo.

Leandro Lo foi campeão mundial oito vezes na modalidade de jiu-jitsu em cinco categorias diferentes e conquistou cinco títulos mundiais, além de oito títulos pan-americanos na modalidade.

O brasileiro tinha planos para disputar um campeonato nos Estados Unidos nos próximos dias.

Os comentários estão desactivados.