Conteúdo patrocinado

Comércio externo da China vence o teste da pandemia

Nos primeiros três meses deste ano, o comércio exterior da China aumentou 10,7% em comparação com o mesmo período do ano passado.


Conteúdo Patrocinado. Artigo publicado em parceria com a Associação Portuguesa de Imprensa 

O comércio externo da China cresceu 9,4 % no primeiro semestre deste ano, atingindo 19,8 mil milhões de yuans (cerca de 2,8 mil milhões de euros) – revelam dados oficiais agora divulgados. De acordo com a Administração Geral das Alfândegas de China, as exportações aumentaram 13,2 % (para 11,14 mil milhões de yuans), enquanto as importações cresceram 4,8 % (para 8,66 mil milhões de yuans) relativamente ao período homólogo de 2021.

Nos primeiros três meses deste ano, o comércio exterior da China aumentou 10,7% em comparação com o mesmo período do ano passado.

No entanto, em Abril, a pandemia afetou Shanghai, Shenzhen e outras importantes cidades do país. Em Maio, com a melhoria geral da situação de prevenção e controlo da epidemia e a retoma ordenada do trabalho e da produção por parte das empresas, o comércio externo da China começou a recuperar – a taxa de crescimento homóloga atingiu 9,5% em Maio e aumentou para 14,3% em Junho.

Se o impacto da pandemia for visto como um teste de stress para o comércio externo da China, então a forte recuperação em Maio e Junho demonstram que o País venceu esse teste – o que constitui também a refutação de alguns comentários negativos do mundo exterior.

O comércio externo da China foi capaz de resistir ao "teste de stress" também devido à procura global do "Made in China". No primeiro semestre do ano, as exportações chinesas de equipamento eléctrico, circuitos integrados, automóveis e outros produtos electromecânicos cresceram 24,8%, 16,4% e 51,1% respectivamente, enquanto as exportações de produtos de mão-de-obra intensiva, tais como têxteis e vestuário, produtos plásticos e calçado cresceram 10,8%, 14,9% e 31,4% respectivamente.

É evidente que o mundo precisa da China. Décadas de desenvolvimento fizeram da China o único país do mundo a ter todas as categorias industriais na Classificação Industrial da ONU, sendo o maior produtor mundial de mais de 220 dos 500 maiores produtos industriais do mundo. O desempenho constante das exportações da China provou que o “Made in China” é insubstituível.

Ao mesmo tempo, a recuperação do lado da procura da economia chinesa tem também proporcionado um forte apoio ao comércio externo. A coordenação eficiente do governo chinês na prevenção e controlo de epidemias e no desenvolvimento económico e social estabilizou fortemente a paisagem macroeconómica, e a procura da produção interna recuperou gradualmente para um nível positivo. No primeiro semestre do ano, as importações da China de produtos intermediários como o cobre, produtos químicos orgânicos básicos e circuitos integrados cresceram 16,2%, 7,9% e 5,5% respectivamente. Para a economia global, a recuperação gradual da procura no mercado chinês é, por si só, um importante factor positivo.

Com a força nos dois sentidos do lado da procura e da oferta, juntamente com a contínua libertação de uma série de dividendos políticos do governo chinês para estabilizar o crescimento e o comércio externo, a China está a consolidar a sua importante posição na cadeia industrial global e na cadeia de abastecimento.

No primeiro semestre do ano, as importações e exportações da China para os seus principais parceiros comerciais mantiveram o crescimento: de 10,6% para a ASEAN, de 7,5% para a UE e de 11,7% para os EUA. Vale ainda a pena mencionar que a China ocupa a presidência dos BRICS em 2022 e a importação e exportação combinada da China para outros países BRICS no primeiro semestre do ano foi de 1,64 mil milhões de yuan – um aumento de 14,1% em termos anuais, 4,7 pontos percentuais acima da taxa de crescimento global do comércio externo.

Em conclusão, o comércio externo da China tem condições para manter um crescimento estável e continuar a proporcionar à economia mundial uma dinâmica de recuperação.

Os comentários estão desactivados.