Desporto

Presidente da Federação de Judo reage às criticas dos atletas e diz que só tem problemas com elementos do Benfica

Jorge Fernandes admitiu que já conhecia os problemas apresentados pelos atletas, mas que estes só acontecem com judocas e treinadores do Benfica. 


O presidente da Federação Portuguesa de Judo, Jorge Fernandes, reagiu à carta assinada por sete judocas, onde criticaram a conduta discriminatória e opressora do dirigente. Admitiu que já conhecia os problemas apresentados pelos atletas, mas que estes só acontecem com elementos do Benfica.

"Há alguns problemas com treinadores e atletas do Benfica", disse Jorge Fernandes à rádio TSF, sublinhando que cinco dos sete atletas que assinaram a carta representam o clube da Luz. Desta forma, o dirigente afirmou que não “considera significativas” as suas acusações.

Ainda assim, o presidente da federação da modalidade disse que não há “nenhuma razão para estas queixas”.

Jorge Fernandes referiu, tal como os atletas disseram, que esteve reunido com os judocas, no entanto, para o dirigente, a voz de sete atletas não é uma representação do judo nacional.

Na carta assinada por Telma Monteiro, Catarina Costa, Bárbara Timo, Rochele Nunes, Patrícia Sampaio, Anri Egutidze e Rodrigo Lopes, os atletas revelaram que Jorge Fernandes penaliza os judocas que não participam nos estágios em Coimbra e reprime os atletas de outras origens. 

Os comentários estão desactivados.