Internacional

Trump invoca 440 vezes direito de não responder durante interrogatório sobre suspeitas de fraude financeira

Única resposta que Trump deu foi o nome.


O ex-Presidente norte-americano Donald Trump invocou, na quarta-feira, durante uma audiência juramentada perante a Procuradoria-Geral de Nova Iorque, o seu direito de não responder a perguntas. Mas, fê-lo 440 vezes, adiantou a imprensa norte-americana

Sublinhe-se que Donald Trump foi interrogado, durante várias horas em Manhattan, nos escritórios da procuradora-geral do estado de Nova Iorque, no âmbito da investigação, lançada em 2019, do antigo chefe de Estado por suspeitas de fraude financeira e fiscal dentro da Trump Organization.

De acordo com um dos advogados de Trump, Ron Fischetti, citado pela NBC, a única resposta que o seu cliente deu foi o nome.

 

Os comentários estão desactivados.