Politica

Serra da Estrela. BE defende medidas urgentes

A concelhia da Guarda do Bloco de Esquerda considera que o incêndio que tem lavrado na Serra da Estrela na última semana causou uma “destruição de património irreparável” e uma “perda ambiental, social e económica incalculável”. 


Destruição irreparável 

A concelhia da Guarda do Bloco de Esquerda considera que o incêndio que tem lavrado na Serra da Estrela na última semana causou uma “destruição de património irreparável” e uma “perda ambiental, social e económica incalculável”. Em comunicado, a estrutura local do partido sublinha que a Serra da Estrela é um património natural e cultural “excecional”, sendo lar de “espécies de fauna e flora raras e únicas”. 

Como tal, a concelhia bloquista defende que “a Serra da Estrela e os concelhos afetados pelos incêndios não podem esperar que estas valorizações continuem perdidas no papel”, argumentando que são necessárias “escolhas práticas que tenham como consequência a sua proteção”.

Fragilidades

Apontando falhas ao nível da gestão florestal e prevenção de incêndios, a estrutura bloquista reforça ainda “a importância 
de se tomarem medidas urgentes de monitorização e intervenção para a preservação das espécies de fauna e flora endémicas” e “de se repensarem as condições laborais das equipas que atuam na gestão florestal e prevenção de incêndios”.

Os comentários estão desactivados.