Internacional

Musk afirma (e desmente) que vai comprar Man United

O bilionário fundador da Tesla disse no Twitter que iria comprar o clube de futebol inglês, mas, mais tarde, disse que era uma brincadeira.


Em mais um dos seus devaneios na rede social Twitter, o homem mais rico do mundo, Elon Musk, fundador da Tesla e Space X, afirmou que vai comprar o clube de futebol inglês, Manchester United, onde joga o astro português, Cristiano Ronaldo.

Apesar deste tweet ter levantado algumas dúvidas sobre o futuro do clube inglês, mais tarde, o bilionário revelou que se tratava apenas de uma “longa piada”, contudo, acrescentou que se fosse comprar algum clube desportivo seria os Red Devils, pelo qual torce desde a infância. 

O clube dos portugueses Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes tem vivido uma onda de resultados medíocres nos últimos anos e, apesar das altas expetativas com a contratação do treinador holandês, Eric ten Haag, os primeiros jogos do clube tem sido uma grande desilusão, com duas derrotas em dois jogos. 

O tweet deixou alguns fãs do Manchester United entusiasmados, uma vez que pensavam que podia ser desta que a família Glazer, os atuais donos do clube, iriam abandonar a sua direção. Existe um grande movimento com esta família da Florida, seja pelos maus resultados, mas também pela vontade de participar na Super Liga Europeia juntamente com outros “tubarões” europeus. 

Mas diversos internautas apontaram imediatamente para outras “promessas” que Musk fez no passado, como a sua vontade de comprar o Twitter, por um negócio que estava na casa dos 44 mil milhões de dólares, e que este acabou por retirar, o que o deixou no centro de uma batalha legal com a rede social, ou que iria comprar a “para colocar a cocaína de volta” na bebida, escreveu em abril deste ano.

O Manchester United, apresenta um valor de cerca de 2,08 mil milhões de dólares (cerca de 2,04 mil milhões de euros) e as suas ações tiveram uma desvalorização de 2,11% em negociação após o fechamento, depois de ter fechado esta terça-feira a 12,78 dólares (+0,08%).

As ações do clube inglês subiram brevemente, até atingir os 17%, nas negociações de pré-mercado desta quarta-feira.

Os comentários estão desactivados.