Internacional

Zelensky exclui negociações de paz com a Rússia enquanto não houver retirada de tropas

"Pessoas que matam, violam, atacam as nossas cidades civis com mísseis de cruzeiro todos os dias não podem querer a paz", disse o líder ucraniano. 

Zelensky exclui negociações de paz com a Rússia enquanto não houver retirada de tropas

Volodymyr Zelensky excluiu esta quinta-feira qualquer hipóteses de negociação de paz com a Rússia sem a retirada das tropas de território ucraniano. 

Numa conferência de imprensa em Lviv, o líder da Ucrânia declarou que "pessoas que matam, violam, atacam as nossas cidades civis com mísseis de cruzeiro todos os dias não podem querer a paz. Deveriam primeiro abandonar o nosso território, e então veremos", sublinhado não confiar na Rússia.

A ofensiva militar que teve início a 24 de fevereiro já obrigou quase 13 milhões de a fugirem das suas casas - mais de seis milhões a nível interno e quase sete milhões para países vizinhos -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que acrescenta ainda que já precisaram de ajuda humanitária cerca de 16 milhões. 

A organização adiantou ainda que já morreram 5.514 civis e que 7.698 ficaram feridos nesta guerra que hoje entra no 176º dia. 

 

Os comentários estão desactivados.