Internacional

António Guterres fica emocionado ao ver navios carregados com cereais

Secretário-geral da ONU espera que "em breve" possa regressar a Odessa e "ver um porto vibrante com atividade, com todos os terminais em plena atividade".


António Guterres disse esta sexta-feira estar emocionado por visitar o porto ucraniano de Odessa, de onde navios com cereais já partiram. 

"É muito emocionante para mim estar aqui hoje em Odessa e ver trigo ser carregado para um navio", disse o secretário-geral da ONU, em declarações aos jornalistas, em Odessa, acrescentando que sente tristeza por olhar para o "magnífico porto e ver os terminais praticamente vazios".

Por esse motivo, o responsável espera que "em breve" possa regressar ao porto de Odessa e "ver um porto vibrante com atividade, com todos os terminais em plena atividade".

"Em menos de um mês, 25 navios partiram de Odessa e de outros portos ucranianos, carregados com cereais e outros bens alimentares, com mais a caminho. Carregaram bem acima de 600 toneladas de produtos alimentares - cereais, milho, óleo de girassol", relembrou ainda Guterres, pedindo ainda aos país mais ricos que abram "as carteiras e os seus corações" para ajudar na distribuição dos cereais.

"Países em desenvolvimento precisam acesso ao financiamento agora, precisam do alívio da dívida e recursos para investir no seu povo agora", sublinhou.

Guterres considerou que "cada navio é também um símbolo de esperança" para os agricultores ucranianos, que foram "recompensados finalmente pelo seu trabalho".

"Esperança para os marinheiros, que sabem que podem navegar pelo Mar Negro em segurança. E, acima de tudo, esperança para as pessoas e os países mais vulneráveis do mundo", afirmou Guterres.

Por fim, o secretário-geral da ONU deixou claro: "Todos devemos fazer mais para garantir total acesso global aos produtos ucranianos, bem como fertilizantes e alimentos russos". 

Os comentários estão desactivados.