Desporto

Contratos. LeBron e a sua milionária renovação de contrato

LeBron James renovou por mais dois anos ao serviço dos LA Lakers e será o atleta mais bem pago da NBA. Afinal, quanto ganham os desportistas mais bem pagos do mundo?


Reza a história que o atleta mais bem pago de sempre foi... um português. Quer dizer, mais ou menos, uma vez que, na altura, Portugal ainda não era propriamente um país como o é hoje em dia.

Falamos do século II d.C., em que Caio Apuleio Diocles, um antigo lusitano-romano nascido em Lamecum (atual Lamego), se terá tornado no atleta mais bem pago de sempre. Diz o professor de Estudos Clássicos da Universidade da Pensilvânia Peter Struck que os 35 863 120 sestércios ganhos por Diocles, o suficiente para fornecer a cidade de Roma com cereais por um ano, seriam o equivalente a 11,6 mil milhões de euros.

Um valor longínquo daquele que LeBron James vai receber por renovar o contrato com os LA Lakers durante mais dois anos. Ainda assim, este negócio vai fazer do craque do basquetebol norte-americano o mais bem pago de sempre da principal liga norte-americana de basquetebol, a NBA.

A operação terá um valor total de 97,1 milhões de dólares (cerca de 96,7 milhões de euros) e, segundo o agente do jogador, Rich Paul, inclui ainda a opção de renovação por mais um ano até à época 2024-2025. Isto porque James terá 38 anos quando o mesmo contrato terminar, pelo que, de acordo com o regulamento da NBA, a extensão de contrato é limitada a dois anos.

Desta forma, LeBron James passará a acumular um total de 532 milhões de dólares (cerca de 521 milhões de euros) em contratos ao longo da sua carreira, ultrapassando assim o registo de Kevin Durant, dos Brooklyn Nets, que conta 498 milhões de dólares acumulados (cerca de 596 milhões de euros), passando agora a ocupar o segundo lugar na lista dos mais bem pagos de sempre na NBA, onde o pódio é completado por Stephen Curry, dos Golden State Warriors, com 470 mihões de dólares acumulados (cerca de 468 milhões de euros).

Segundo escreveu o jornalista Jovan Buha no The Athletic, LeBron terá chegado a acordo com os Lakers após ver as suas exigências cumpridas, principalmente nos seus pedidos de melhoria no plantel e nas eventuais negociações com  o seu ex-companheiro dos Cleveland Cavaliers, Kyrie Irving.

“Pessoas ligadas aos Lakers estavam confiantes de que LeBron assinaria uma extensão, considerando o quanto ele gostou de jogar pela equipa e de viver em Los Angeles. O principal ponto da decisão foi por conta do jogador continuar irredutível de que os Lakers ainda precisam de melhorar o plantel atual e negociar pelo armador Kyrie Irving, segundo fontes ao The Athletic”, disse Jovan Buha.

Segundo os dados publicados pela própria NBA no seu website, no entanto, LeBron James é o terceiro jogador da liga com o maior salário na atual temporada: 44 milhões de euros, sendo ultrapassado apenas por Russell Westbrook, que ganha 47 milhões de euros, e Stephen Curry, líder da tabela salarial, com 48 milhões de euros.

Em 2021, segundo revelou a Forbes,  LeBron James levou para casa cerca de 96 milhões de euros, o que, por si só, representou um novo recorde no mundo da NBA.

Pechincha Os valores pagos pela renovação de LeBron James são voluptuosos, sim, mas não se aproximam nem de longe nem de perto ao topo da tabela dos maiores contratos desportivos de sempre. Esse lugar é ocupado por Lionel Messi, o argentino que passou a grande parte da sua carreira no Barcelona, e que rumou ao PSG em 2021. Foram os blaugrana, no entanto, que lhe ofereceram um contrato avaliado nuns estonteantes 555 milhões de euros (cerca de 297 milhões de euros depois de descontados todos os impostos), pagos ao longo de quatro anos, uma vez tomadas em conta todas as possibilidades de bonificação financeira.

Feitas as contas, são 74,9 milhões de euros limpos por ano e 210 297 euros na conta a cada dia que passa, fora os rendimentos com os seus direitos de imagem, segundo avançou o jornal El Mundo.

Mcgregor campeão É impossível falar dos atletas mais bem pagos sem, no entanto, mencionar o nome de Connor McGregor, o pugilista que, segundo a Forbes, foi o mais bem pago no ano de 2021. McGregor arrecadou um total de 180 milhões de dólares (cerca de 179 milhões de euros) nesse ano, a maior parte dos quais provenientes da venda da sua participação maioritária na marca de uísque Proper No. Twelve para a Proximo Spirits por 150 milhões de dólares (cerca de 149 milhões de euros).

Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e o quarterback da NFL Dak Prescott - a quem lhe valeu o contrato com os Dallas Cowboys, de 65 milhões de euros - foram os outros três atletas que, durante esse ano, ultrapassaram a marca dos 100 milhões de dólares (cerca de 99 milhões de euros) arrecadados totalmente, incluindo contratos e outros negócios.

Os comentários estão desactivados.