Economia

TAP. Resultados mostram sacrifício dos trabalhadores

O Sitava diz que a inflação já provocou um corte nos salários reais de 5%, o que no seu entender, fica “muito claramente demonstrado por esta apresentação que são apenas os trabalhadores que estão, com o seu sacrifício, a contribuir para recuperar a companhia”.


O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) afirmou hoje que os resultados da TAP, que diminuiu os prejuízos para 202,1 milhões de euros no primeiro semestre, mostram que só o sacrifício dos trabalhadores contribui para recuperação.

“De acordo com a informação prestada, a única rubrica de custos que salta à vista, porque negativa, são os custos com pessoal que diminuíram 7,2%”, disse a estrutura sindical. 

O Sitava diz que a inflação já provocou um corte nos salários reais de 5%, o que no seu entender, fica “muito claramente demonstrado por esta apresentação que são apenas os trabalhadores que estão, com o seu sacrifício, a contribuir para recuperar a companhia”.

A estrutura sindical lembrou ainda que os trabalhadores continuam com cortes salariais, no âmbito do plano de reestruturação da companhia aérea, apesar “de cargas de trabalho cada vez mais exigentes”, o que acentua “um enorme sentimento de injustiça que roça a humilhação”.

Relativamente à crise inflacionária, o Sitava disse que vai, brevemente, abordar a empresa, para discutir medidas que invertam a tendência de desvalorização dos salários.

Os comentários estão desactivados.