Sociedade

Parque Natural da Serra da Estrela em estado de calamidade durante um ano

Motivo são as consequências dos incêndios deste mês. 


Notícia atualizada às 14h51

A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, anunciou esta quinta-feira numa conferência de imprensa posterior ao Conselho de Ministros, que o Governo decretou situação de calamidade no Parque Natural da Serra da Estrela durante um período de um ano, devido às consequências dos incêndios deste mês de agosto. 

"Foi aprovada a resolução que declara a situação de calamidade no Parque Natural da Serra da Estrela por um período de um ano, em consequência dos danos causados pelos incêndios florestais registados em agosto de 2022, para efeitos de reposição da normalidade na respetiva área geográfica, salvaguardando a paisagem classificada do Estrela Geopark Mundial da UNESCO", lê-se no comunicado do Conselho de Ministros.

O mesmo documento refere ainda que vai ser realizado "um procedimento de inventariação, no prazo de 15 dias, dos danos e prejuízos provocados pelos incêndios florestais registados (...), bem como em todos concelhos com área ardida igual ou superior a 4 500ha ou a 10% da respetiva área, em 2022".

Leia aqui o comunicado do Conselho de MInistros na íntegra.

Os comentários estão desactivados.