Politica

MAI considerou os incêndios florestais em Portugal "cada vez mais exigentes"

Ministro falou na cerimónia de Compromisso de Honra de 291 novos militares pertencentes ao 47.º Curso de Formação de Guardas da GNR.


O Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, considerou esta sexta-feira que os incêndios florestais em Portugal estão "cada vez mais exigentes" e "complexos".

O ministro deixou "uma palavra de homenagem, de solidariedade, de apoio, às forças e serviços que integram o dispositivo nacional de Proteção Civil", enquanto discursava na cerimónia de Compromisso de Honra de 291 novos militares pertencentes ao 47.º Curso de Formação de Guardas da GNR, em Portalegre, deixando ainda uma palavra aos autarcas e comunidades afetadas pelo incêndios florestais:

"Por todo o país [autarcas e comunidades] têm feito face e enfrentado estes desafios dos incêndios florestais cada vez mais exigentes e mais complexos para nós, em Portugal, mas para o conjunto dos países da União Europeia".

Durante o seu discurso, o MAI enalteceu o papel da GNR e dos bombeiros no combate aos incêndios, afirmando que "dão o melhor de si" para defender e proteger o património ambiental, a biodiversidade e as vidas humanas.

 

Os comentários estão desactivados.