Vida

Conhecidas novas informações sobre morte de Naomi Judd

No início deste mês, vários familiares de Judd apresentaram um pedido para que os registos da sua morte fossem tidos como confidenciais, devido à forma como morreu. 

Conhecidas novas informações sobre morte de Naomi Judd

A história de Naomi Judd parece ainda não ter chegado ao fim, como novas informações sobre a sua morte. 

Um relatório da autópsia do corpo da artista, realizado pelo gabinete de medicina legal de Nashville, nos Estados Unidos da América (EUA), a que o Page Six teve acesso, confirma que Judd acabou com a própria vida, após ter sido encontrada em sua casa, pelas 11 da manhã do dia 30 de abril, pela família. 

"Ela [Naomi Judd] tinha um ferimento de bala aparentemente auto-infligido e foi transportada para o Williamson Medical Center onde foi declarada morta pouco depois da sua chegada", pode ler-se no documento, que refere que o tiro "perfurou o lado direito do couro cabeludo e entrou no crânio através de um ferimento de bala do tipo entrada".

A possibilidade de um suicído já tinha sido colocada em cima da mesa, tendo em conta os seus problemas de saúde mental. O relatório médico diz também que Naomi Judd tinha em sua posse vários medicamentos  na altura em que faleceu. 

Judd lutava contra a ansiedade, depressão, desordem bipolar, entre outras doenças mentais e físicas, disse ainda o médico, no mesmo relatório. A artista, internacionalmente conhecida, tinha perto de si uma arma e uma nota escrita, tendo o corpo sido encontrado pela filha, Ashley Judd.

No início deste mês, vários familiares de Judd apresentaram um pedido para que os registos da sua morte fossem tidos como confidenciais, devido à forma como morreu. 

 

Os comentários estão desactivados.