Politica

PSD. Demissão de Marta Temido "peca por tardia"

De acordo com Miguel Pinto Luz, "são urgentes políticas novas, mais do que novos protagonistas. A falência do SNS é da responsabilidade de António Costa.

PSD. Demissão de Marta Temido "peca por tardia"

"Esta demissão representa muito mais do que a demissão da ministra da Saúde, esta demissão representa  a falência da política de Saúde do Governo liderado por António Costa, o Governo do partido socialista". A garantia foi dada pelo vice-presidente do PSD.

 De acordo com Miguel Pinto Luz, "são urgentes políticas novas, mais do que novos protagonistas. A falência do SNS é da responsabilidade de António Costa", acusando o Governo de ter uma visão "doutrinária, ideológica" da saúde "que se tornou irrealista e perigosa".

"Infelizmente, foi preciso morrer uma mãe para que a ministra se demitisse e António Costa tomasse numa decisão", criticou, numa alusão a uma notícia divulgada na segunda-feira sobre a morte de uma grávida transferida de Santa Maria para São Francisco Xavier em Lisboa.

"Foram gastos milhões e milhões de euros, mas as urgências estão fechadas, as consultas, exames e operações adiadas. Os profissionais de saúde debandam do Serviço Nacional de Saúde", criticou o social-democrata.

Os comentários estão desactivados.