Internacional

Presidente ucraniano diz que coordenou com Truss "aumentar a pressão" sobre a Rússia

"O objetivo é acabar com a agressão e levar os perpetradores à justiça", escreveu o líder ucraniano, através do Twitter, acrescentando que foi o "primeiro líder estrangeiro" a falar com Liz Truss após ter sido confirmada como primeira-ministra. 


Volodymyr Zelensky, Presidente da Ucrânia, afirmou esta terça-feira ter coordenado com a nova primeira-ministra britânica, Liz Truss, "aumentar a pressão" sobre a Rússia, na sequência da invasão à Ucrânia. 

"O objetivo é acabar com a agressão e levar os perpetradores à justiça", escreveu o líder ucraniano, através do Twitter, acrescentando que foi o "primeiro líder estrangeiro" a falar com Liz Truss após ter sido confirmada como primeira-ministra. 

Downing Street, em comunicado, afirmou que Truss comunicou a Zelenski que o Reino Unido manterá seu "apoio à liberdade e à democracia" no seu país, que espera visitar brevemente. 

A agora líder do governo do Reino Unido, afirmou que a Ucrânia "pode contar com a ajuda de longo prazo do Reino Unido", salientou a mesma fonte. Assim, os dois líderes discutiram "a necessidade de fortalecer a segurança global e as medidas necessárias para cortar os fundos que estão a alimentar a máquina de guerra de Putin", acrescentou uma porta-voz da Truss.

Note-se que a Rússia afirmou não esperar qualquer melhoria diplomática nas relações com o Reino Unido, indicou o porta-voz do Kremlin.

"A julgar pelas declarações de Truss, proferidas quando ainda era ministra dos Negócios Estrangeiros (...), podemos dizer, com grande certeza, que não devemos esperar mudanças para melhor", disse Dmitry Peskov, citado pela agência de notícias oficial russa TASS.

 

Os comentários estão desactivados.