Internacional

Partido de Vladimir Putin propõe referendos de anexação de territórios ucranianos ocupados pelas tropas russas

Data proposta, 4 de novembro, corresponde ao dia da Unidade Nacional, que celebra uma revolta popular do século XVII que expulsou de Moscovo as forças de ocupação polacas.

 


O Rússia Unida, o partido de Vladimir Putin, Presidente da Rússia, propôs esta quarta-feira realizar referendos nos territórios que se encontram sob controlo das tropas russas na Ucrânia, no dia 4 de novembro, com o objetivo de os anexar  à Rússia. 

"Donetsk, Lugansk e muitas outras cidades russas vão, por fim, regressar ao seu porto de origem. E o mundo russo, atualmente dividido por fronteiras formais, recuperará a sua integridade", disse Andrei Turtchak, secretário do Conselho-Geral da Rússia Unida. “Seria oportuno realizar esses referendos no Donbass [leste ucraniano] e nos territórios libertados a 04 de novembro", continuou o responsável, referindo-se às regiões ucranianas de Donetsk e Lugansk.

“Vamos preparar-nos para esta data concreta”, disse ainda Kirill Stremoossov, um responsável das autoridades instaladas por Moscovo em Kherson, de acordo com as agência russas. 

A data proposta corresponde ao dia da Unidade Nacional, que celebra uma revolta popular do século XVII que expulsou de Moscovo as forças de ocupação polacas.

 

Os comentários estão desactivados.