Politica

Presidente da República vai discursar esta tarde no Congresso Nacional brasileiro

Marcelo Rebelo de Sousa foi convidado pelo seu homólogo Jair Bolsonaro para participar nas comemorações dos 200 anos da independência do Brasil. O chefe de Estado português entendeu que só fazia sentido Portugal estar representado "ao mais alto nível", também com o acompanhamento da segunda figura mais alta da nossa República, o presidente da Assembleia da República. 


O Presidente da República português vai discursar, na tarde desta quinta-feira, numa sessão solene comemorativa dos 200 anos da independência do Brasil, no Congresso Nacional brasileiro, em Brasília.

Nesta sessão também serão ouvidas palavras do Presidente da República do Brasil, Jair Bolsonaro, e dos presidentes do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, bem como dos responsáveis pelas comissões constituídas nas duas câmaras brasileiras para estas comemorações.

O presidente da Assembleia da República português, Augusto Santos Silva, está a acompanhar Marcelo Rebelo de Sousa nas comemorações do bicentenário da independência do Brasil a convite do presidente do Senado Federal brasileiro.

O chefe de Estado chegou a Brasília na terça-feira para presenciar as comemorações, a convite de Bolsonaro, com quem nesse dia se encontrou durante cerca de 20 minutos no Palácio Itamaraty.

Na ótica de Marcelo, não faria sentido se Portugal “não estivesse representado ao mais alto nível” nas comemorações dos 200 anos do Brasil, fazendo questão de separar a sua presença da campanha eleitoral brasileira que está agora a decorrer. “São duas coisas completamente separadas”, sustentou.

Já ontem, a maior figura da República portuguesa assistiu ao desfile cívico-militar do 07 de Setembro, no centro da tribuna de honra, ao lado de Jair Bolsonaro, e ofereceu um jantar a representantes de países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) presentes na capital brasileira.

A visita termina amanhã com a receção à comunidade portuguesa no Navio Escola Sagres, no Rio de Janeiro.

O programa do Presidente português no Brasil termina com uma receção à comunidade portuguesa no Navio Escola Sagres, no Rio de Janeiro, na sexta-feira.

Os comentários estão desactivados.