Internacional

Sondagem conclui que sete em cada dez brasileiros temem agressões por razões políticas

Percentagem de brasileiros que declaram terem medo de morrer assassinados cresceu de 74,9%, em 2017, para 82,5% este ano.

Sondagem conclui que sete em cada dez brasileiros temem agressões por razões políticas

Uma sondagem realizada pelo DataFolha concluiu que sete em cada 10 brasileiros temem agressões por razões políticas, na sequência das eleições presidenciais brasileiras. 

O levantamento "Violência e Democracia: panorama brasileiro pré-eleições de 2022, perceções sobre medo de violência, autoritarismo e democracia" contou com 2.100 pessoas em 139 municípios brasileiros, tendo sido feita entre 3 e 13 de agosto, dando conta que 67,5% dos entrevistados respondeu 'sim' ao serem questionados sobre serem "agredidos fisicamente pela sua escolha política ou partidária".

Os dados concluem ainda que 3,2% dos entrevistados alegaram terem sofrido ameaças por motivos políticos no mês anterior e que 88,1% afirmaram que o próximo líder brasileiro deve tomar posse no dia 1 de janeiro. Note-se ainda que para 89,3% consideram ser importante "escolher seus líderes em eleições livres e transparentes."

A percentagem de brasileiros que declaram ter medo de morrer assassinados cresceu de 74,9%, em 2017, para 82,5% este ano. O medo da violência policial também aumentou: considerando as duas polícias (civil e militar), 65,7% dos entrevistados afirmaram terem medo de sofrer violência e 1,9% declararam terem sido vítimas de pelo menos uma das polícias no último mês.

No que diz respeito em armar as pessoas, mais de metade dos entrevistados (66,4%) afirmaram não acreditar nesta medida para garantir a segurança da população, divergindo assim das políticas defendidas pelo atual Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. 

A margem de erro da sondagem é de 2 pontos para mais ou para menos, considerando um intervalo de confiança de 95%, destaca do DataFolha. 

Os comentários estão desactivados.