Economia

Costa Silva. Redução transversal do IRC seria "extremamente importante" para indústria

Em Milão, ministro destacou ainda a importância “fulcral” do apoio à internacionalização.


“Hoje, face à crise que temos, penso que seria extremamente benéfico termos essa redução transversal e, a partir daí, ver qual é o impacto que pode ter no futuro”. A opinião é do ministro da Economia, António Costa Silva.

“Espero que na negociação do acordo de rendimentos e de competitividade e, depois, no Orçamento do Estado, possamos ter esse desígnio da redução do IRC”, disse ainda o governante à margem de uma visita às empresas portuguesas que participam na feira de calçado MICAM, em Milão.

“Penso que vamos a caminho de uma redução transversal, que vai ser um sinal extremamente importante para toda a indústria”, disse ainda aos jornalistas, acrescentando que “se tivermos as empresas associadas a isso, também os sindicatos, no âmbito da concertação social, podemos ter a capacidade da ação coletiva para superar todas estas crises”.

O ministro da Economia, António Costa Silva, destacou ainda a importância “fulcral” dos 30 milhões de euros para reforço da internacionalização anunciados no âmbito do pacote de ajuda às empresas. E prometeu que o aviso “vai sair brevemente”.

“No pacote de medidas que anunciámos [para apoio às empresas], há uma medida que penso que é fulcral para a indústria do calçado e para as outras que vivem muito das exportações, que é o anúncio para a internacionalização”, avançou.

Os comentários estão desactivados.