Sociedade

Trabalhadores das oficinas da Câmara de Lisboa concentram-se na quinta-feira

Objetivo prende-se em obter melhorias nas condições de trabalho. 


Os funcionários das oficinas de reparação e manutenção mecânica da Câmara de Lisboa vão realizar na quinta-feira uma concentração junto aos Paços do Concelho, com o objetivo de entregar um caderno reivindicativo ao presidente da Câmara, Carlos Moedas, anunciou esta quarta-feira o Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa.

O caderno, explicou o dirigente da estrutura sindical, José Victor Reis, à agência Lusa, é um "resumo dos problemas prementes do dia-a-dia dos trabalhadores", sendo que a sua entrega é um "ato simbólico" para mostrar à câmara os problemas que diz haverem com os trabalhadores, reconhecendo porém que "o executivo tem mostrado alguma abertura para tentar resolver os problemas".

Os problemas passam pela falta de trabalhadores, como mecânicos e bate-chapas, a média etária envelhecida dos funcionários e problemas nas oficinas no complexo industrial dos Olivais relacionados com iluminação e pinturas.

Assim, a estrutura sindical frisa a urgência de investir nas melhorias de condições de trabalho e adquirir ferramentas e materiais para oficinas, assim como equipamentos de proteção individual para os trabalhadores.

A concentração terá início às 10h00 na Praça do Município, local onde se situam os Paços do Concelho, em que serão esperados cerca de 50 trabalhadores. 

 

 

Os comentários estão desactivados.